A escola atual é um instrumento da sociedade, na medida em que influencia e molda os indivíduos à sua imagem. Perante isto, verifica-se uma acomodação inconsciente, por parte de alunos e de professores, a um regime de pensamento que lhes é incutido pelos seus antecessores, criando um ciclo vicioso onde se torna difícil fugir à regra.

Em «P de Professor», Gilles Deleuze diz-nos que a escola atual é o contrário de movimento, conceito essencial para a criação de novos conceitos.

Em paralelo, associámos esta declaração à música Another brick in the wall dos Pink Floyd, cuja letra remete para um descontentamento, por parte dos alunos, com os métodos de ensino utilizados.

Tendo por base o pensamento de Gilles Deleuze, a nossa edição sugere uma interpretação alternativa da mensagem «We don’t need no education», sustentando, simultaneamente, uma revolução e a consciência de que a educação é necessária para o desenvolvimento dos indivíduos. Em suma, precisamos de educação, mas não desde tipo de educação. Another brick in the wall? apela à recuperação da individualidade para a criação de novos conceitos na educação.