Autonomia vs. Dependência tem por mote as relações que se podem estabelecer entre o livro Aviso aos alunos do básico e do secundário de Raoul Vaneigem e o filme L’enfant sauvage de François Truffaut, pontos de partida para pensarmos um sistema educativo idealizado. Ambos têm a particularidade de colocarem o aluno em primeiro plano. Cada aluno é diferente e, por isso, precisa de um ensino que lhe dê autonomia suficiente para que de forma responsável e eloquente consiga responder a necessidades individuais e coletivas. Quando os ensinos básico e secundário se comportam como empresas, sendo os alunos tratados como clientes, e ao mesmo tempo incitados não a aprender mas a consumir, impõe-se lembrar que a educação rege a criação humana e não a produção de mercadorias.

A partir de uma crítica social contemporânea e de uma parábola que relembra tempos idos, procurámos circunscrever as relações eminentes entre autonomia e dependência como conceitos estruturantes da educação.