Trinta e três comunicadores visuais, uma teia de relações, pontos comuns, um objectivo: promover uma mudança de prioridades. Através de diversas linguagens visuais estes comunicadores procuram dar expressão aos principais focos do design, sempre conscientes da crescente globalidade que leva à banalidade. Perscrutando a principal incidência do trabalho de cada um destes comunicadores, dá-se origem a um mapa relacional sem princípio nem fim, mapa que reflecte a presença viva deste manifesto nos mais diversos contextos sociais.