Publicação Própria
Contra - Boys don’t cry
Design Editorial I
Entre todas as coisas que são ditas ao longo do tempo, torna-se quase inevitável dispersar na distinção entre verdade e mentira. Se é fácil falar e inventar teorias e motes para a vida, ainda mais fácil é generalizar e fazer regras a partir de exceções. Quantos dedos seriam necessários para contar todos os provérbios e superstições que influenciam e modelam tantas atitudes e mentalidades? E quantas dessas crenças serão apenas baseadas em palavras aleatórias, mandadas ao acaso na esperança de que alguém lhes dê um sentido literal?

Contra nasce da necessidade de desacreditar todas essas ideias, compilando uma série de evidências que as contrariam. Para desconsiderar um dito popular, a fanzine apresenta provas concretas, divididas em três categorias. Em primeiro lugar, expõem-se factos científicos ou históricos, teorizados em tom oficial. De seguida, o foco recai sobre elementos de carácter popular, ditos na rua, na Internet ou nos jornais. Por fim, assumem-se também como provas materiais na área da música, cinema, pintura ou qualquer outro meio de expressão que negue fisicamente o mito.

Contra opõe-se à ideia de generalização; bate o pé, não aceita e diz: não, não é verdade.