Qualquer coisa que me encha as medidas enfatiza as várias sensações que um leitor vivencia durante a leitura de um livro, e a forma como estas orientam a leitura.

Composto por uma narrativa visual, este objeto pretende ser «insubstituível», mostrando-se diferente a cada leitura.