O projeto THX 1138 baseia-se na interpretação do filme homónimo de George Lucas (1971), procurando mostrar os momentos mais marcantes desta obra sobre uma sociedade distópica, entorpecida por drogas e controlada por máquinas, através do uso de células fotossensíveis e de marcadores de realidade aumentada colocados num livro interativo.